EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro SA – Relatório e Contas 2015: lucro de 539 mil €

A EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro, S.A. é uma empresa de capitais públicos que atua como operador setorial de referência, assumindo, como concessionária em regime exclusivo, um papel de relevo na elaboração e condução de projetos de recuperação ambiental de zonas degradadas por antigas explorações mineiras abandonadas.
A EDM exerce ainda, por si ou em associação, atividades de prospeção, pesquisa e valorização de recursos minerais e presta serviços especializados nos domínios dos Geo-Recursos e do Ambiente.

A empresa, com um capital social de € 30 milhões, apresentou recentemente o seu Relatório e Contas de 2014. O principal destaque do documento, que pode obter no site da EDM ou clicando aqui, é o resultado positivo do exercício, cifrado em 555 mil euros, ligeiramente superior ao de 2014, 539 mil euros.

Outros destaques do exercício incluem:

  • A assinatura de um contrato de constituição de uma JV entre a EDM e uma empresa turca, ESAN, com o objectivo de prospectar três áreas da EDM situadas no Alentejo. Este acordo prevê a realização de actividades de prospecção e pesquisa no valor de 7,6 milhões de euros no conjunto das três áreas mineiras.
  • Desenvolvimento de trabalhos de prospecção e pesquisa em 3 área contratadas com o Estado: Argozelo, Monte das Mesas e Escádea Grande. Os trabalhos realizados tiveram o valor global de 524 mil euros.
  • Solicitação de dois novos pedidos de áreas de prospeção e pesquisa – Macedo de Cavaleiros e Rosário.
  • Exercício do direito de opção de participação de 15% no desenvolvimento do projecto mineiro Semblana da SOMINCOR no âmbito do processo de renegociação (concluído) do acordo de parceria existente entre as duas empresas.
  • Realização de estudo conceptual sobre a viabilidade económica da exploração do jazigo de Gavião, que serviu de base à manifestação de interesse da Almina (em final de 2014) em adquirir os direitos da EDM sobre o jazigo em epígrafe. O interesse da Almina concretizou-se em 2015 com a apresentação de uma proposta de aquisição da totalidade dos direitos de exploração do jazigo de Gavião, estando esta para apreciação por parte da tutela.

O mandato da actual Administração termina este ano.

The perks of living in Lisbon – Portugal

IMG_0115

Lisbon seen from Alcochete – last week, in the Tagus’ south bank.

I enjoy working on the field in Brazil, Angola, Mozambique or the Congo; these are the perks of mineral exploration (a new series of posts in this blog, just started a few weeks ago). Those are exotic places with friendly people and, I am sure, many people loves to live there with perfectly good reasons.

There is no place to live as Portugal, though. I live in Lisbon, but Oporto, Lagos, Évora, Castelo Branco,  Bragança, Beja or Braga are as good (perfection in many shades). Saturday afternoon, paradise was located north of Ericeira (in the Atlantic coast, 25 min north of Lisbon).